Câmara de Comércio Angola Brasil: novo parceiro para grandes negócios

Você sabia que Angola vive uma fase de reconstrução, com intensas demandas por produtos, serviços e investimentos? Uma ótima oportunidade para empresas brasileiras que visam a exportação. O consultor internacional Francisco Freitas fechou uma parceria com a Câmara do Comércio Angola Brasil e mostra como é possível explorar esse mercado. 

Gostaria de compartilhar com vocês uma forte parceria que consolidei com a Câmara de Comércio Angola Brasil, especificamente com o seu presidente, Eduardo Arantes Ferreira. Entre as várias ações que vamos realizar, estão as palestras com foco no comércio exterior, visando fazer negócios em Angola, país que conheço, morei durante quatro anos e tenho enorme carinho.

câmara-comércio-angola-brasil
Centro de Luanda, capital de Angola: mercado para empresas brasileiras.

A primeira palestra será em Campinas, com o tema Como romper fronteiras e abrir novos mercados, em parceria com Átila e Rosi Coneglian, ilusionistas consagrados, autores do best-seller Transformando Não em Sim – A Superação dos Resultados. Ou seja, a palestra deles será baseada no livro, que combina neurociência, psicologia, tecnologia cognitiva, neuromarketing e segredos dos ilusionistas.

A aplicação desses conceitos ajuda a vencer desafios, superar resultados, se relacionar bem e fechar grandes negócios. Aliás, os estudos da mente permitem aos grandes mágicos ilusionistas alterar a atenção e as decisões de seu público. Com essa técnica, é possível influenciar pessoas, grupos e, principalmente, a si mesmo.

Reencontro de grandes amigos para a prospecção de palestras e negócios com Angola: eu, Francisco Freitas, e Eduardo Arantes Ferreira.

Angola: mercado promissor 

Eu, Francisco Freitas, pretendo mostrar como traçar e implantar estratégias para que empresas/equipes fiquem mais competitivas. Na ocasião, também pretendo apontar estudos de casos e apresentar modelos de argumentação para reuniões de negócios. Além dos cuidados necessários para alcançar o sucesso. Trata-se de uma metodologia especial para que os profissionais tenham uma visão globalizada dos negócios.

Conheci Eduardo Arantes Ferreira na época em que morei em Angola. Fomos parceiros em diversas ocasiões, mas por conta de tantas viagens de ambos, os contatos foram interrompidos. Retomamos recentemente. E fiquei bastante satisfeito em reencontrá-lo e saber que diversificou sua área de atuação também. Atualmente, meu novo parceiro de negócios também é gestor do Polo de Ensino a Distância da FCE – Faculdade Campos Eliseos – e Unifeo, Polo Campinas. É possível fazer cursos de extensão, aperfeiçoamento ou pós-graduação a partir de R$ 135,00.

câmara-comércio-angola-brasil
Atualmente, meu novo parceiro de negócios também é gestor do Polo de Ensino a Distância da FCE – Faculdade Campos Eliseos – e Unifeo, Polo Campinas.

Tenho convicção que esse reencontro renderá excelentes frutos profissionais. Isso porque Angola oferece boas oportunidades de negócios para empresas brasileiras. Aliás, o país africano vive uma fase de reconstrução, com mercado para produtos, serviços e investimentos.  Dados da Apex Brasil apontam que a  Angola importa do mundo todo US$ 15,8 bilhões. A participação brasileira corresponde a US$ 1,33 bilhões. E são três segmentos fortes para o Brasil:

« Casa e construção – US$ 169,9 milhões

« Alimentos, bebidas e agronegócios – US$ 453,9 milhões

« Máquinas e equipamentos – US$ 475,1 milhões

câmara-comércio-angola-brasil
Minha parceria com Átila e Rosi Coneglian está fortalecida com a oportunidade de palestrar no mercado angolano.

Espero retornar em breve com ótimas notícias sobre essa parceria! E se você tem alguma dúvida ou sugestão para abordarmos neste espaço sobre o mundo dos negócios, deixe seu recado aqui embaixo.