Bailarina Janice Vieira, pioneira da dança contemporânea brasileira, vem ministrar oficina no Sesc

Uma das pioneiras da dança contemporânea brasileira, a bailarina Janice Vieira, e sua filha Andréia Nhur ministram, no Sesc Bauru, a oficina Dança Sonora, voltada ao público da terceira idade. A atividade do grupo Pró-Posição ocorre nos dias 14 e 15 de março. Na quinta, das 13h30 às 15h; e na sexta, das 13h30 às 16h. Inscrições gratuitas a partir desta sexta-feira, dia 1º de março.

Aos 78 anos de idade, Janice Vieira – que recentemente foi agraciada com o Prêmio Governador do Estado por sua trajetória na dança – segue com forte atuação nos palcos. Aliás, nos últimos 10 anos, foram 4 espetáculos ao lado da filha e turnês pelo Brasil. Sua trajetória e sua resistência artísticas são uma inspiração para gerações de bailarinos brasileiros, incluindo a filha, que é um dos expoentes da dança brasileira atualmente. Aliás, Andréia conta com prêmios como o APCA e o Denilto Gomes no currículo. Nessa oficina no Sesc Bauru, elas mostram a importância e o prazer de dançar em qualquer idade.

Partindo dos conceitos do bailarino Rudolf Laban (conhecido como o teórico do movimento), a proposta é estimular nos participantes o entendimento do corpo no espaço. Ou seja, instigando que cada um componha pequenos trechos coreográficos com liberdade. Vale destacar que Janice foi aluna e assistente da discípula de Laban, Maria Duschenes.

Oficina Janice Vieira para terceira idade

Para a atividade, o repertório musical será de clássicos da música brasileira e também de domínio público. A ideia é que os participantes da oficina dancem, mas ao mesmo tempo cantem as composições de maneira a não dissociar som de movimento corporal.

Além de proporcionar o desenvolvimento de habilidades motoras, a oficina estimula a parte criativa a partir da realização de pequenas sequências de dança e liberação de movimento e voz em jogos e improvisos.

A oficina é disponibilizada dentro do programa Trabalho Social com Idosos, do Sesc Bauru, que oferece atividades artísticas, físicas e sociais ao cidadão acima de 60 anos. Aliás, a proposta é refletir sobre o envelhecimento, desenvolver novas habilidades e estimular a integração com as demais gerações.

janice vieira - oficina - bailarina - bauru
Janice Vieira em cena: referência da dança contemporânea.

Peças fáceis: canto e dança 

A oficina Dança Sonora é um desdobramento do espetáculo Peças Fáceis, que foi finalista do Prêmio APCA em 2017. Aliás, está em turnê pelo Estado de São Paulo com apoio do Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria Estadual da Cultural. O espetáculo parte de um estudo sonorocoreográfico de músicas de Johann Sebastian Bach (1685-1750) e Christian Petzold (1677-1733). Além disso, traz também referências a composições brasileiras e de outras partes do mundo.

No espetáculo, Andréia toca violão e pandeiro. Janice, castanholas e acordeom. Aliás, a dupla também canta. “Não somos cantoras ou instrumentistas visando excelência musical, mas bailarinas que musicam sua dança, na busca de um pensamento coreográfico que é sonoro e musical ao mesmo tempo”, pontua Andréia.

Serviço

Sesc Bauru oferece a oficina Dança Sonora, dias 14 e 15/3. Atividade Sequencial. Sala de Práticas Corporais. 30 vagas. Inscrições na Central de Atendimento. Grátis. A partir de 60 anos. O Sesc fica na Av. Aureliano Cardia, 6-71. Mais informações: (14) 3235-1750. Para informações para a imprensa e agendamento de entrevista, entre em contato com Juliana Simonetti pelo telefone (15) 99106-0613.