Jornada de gestão cultural em Bauru

Bauru recebe nos dias 18, 19 e 20 de maio a primeira edição da Jornada de gestão cultural. Será no auditório do Centro Cultural de Bauru, localizado na Nações Unidas, 8-9. A proposta é promover a elaboração e avaliação de projetos culturais, captação de recursos, planejamento, comunicação e marketing. Voltado para dirigentes culturais, produtores, artistas, professores e pesquisadores, as inscrições são gratuitas e podem ser feitas online.

Será uma série de conversas que levanta e aprofunda discussões com pensadores, gestores públicos, pesquisadores, produtores culturais e empreendedores criativos do interior paulista.  Ao longo do ano, outras sete regiões, em 14 cidades, recebem o projeto que traz especialistas como André Martinez, Daniele Rorres, Camila Alves, Marcela Amaral e Luciana Castro.

Em Bauru, os encontros contam com uma programação voltada a produção de projetos e captação de recursos. Sexta-feira (18), às 19h30, acontece a palestra Estratégias, abordagem, negociação e apresentação na captação de recursos, com Daniele Torres. No final de semana (19 e 20), Marcela Amaral e Luciana Castro apresentam conceitos e casos de sucesso sobre finanças e comunicação em Planejamento, gestão e finanças e Comunicação e avaliação de projetos. As atividades acontecem das 10h às 18h, com intervalo para almoço.

Realização: Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Secretaria Municipal de Cultura de Bauru, Poiesis e Oficinas Culturais.

Jornada de gestão cultural - cultura- bauru

Palestrantes da Jornada de gestão cultural

Daniele Torres é museóloga e pós-graduada em História da Arte, Gestão da Cultura e Comunicação Empresarial. Atuou em diferentes empresas e organizações sociais como produtora e gestora de espaços culturais. De 2012 a 2015, foi gestora responsável pela captação de recursos do Instituto Brasileiro de Gestão Cultural. E também do Instituto Brasil Leitor. Atualmente, é sócia das empresas Cultura e Mercado, e Companhia da Cultura.

Luciana Castro escreveu e executou projetos para clientes como SABESP, Natura, Mauell, ContourGlobal, AES Brasil, Duratex, entre outros. Foi gerente de projetos e relações comunitárias do Instituto Agires. Atualmente integra a equipe da Companhia da Cultura, desenvolvendo planejamento estratégico para clientes, gerando e acompanhando indicadores de processo/resultado.

Marcela Amaral atua há 17 anos na área da produção cultural e cursou MBA em Gestão de Bens Culturais na Fundação Getúlio Vargas. Dentre outros trabalhos em instituições, galerias e grandes eventos, foi produtora executiva do ICCo (Instituto de Cultura Contemporânea). Coordenou a produção do World Biennial Forum 2014, na cidade de São Paulo. Hoje, responde pelo setor de planejamento e operação da Fundação Bienal de São Paulo.