Partido Novo traz seus pré-candidatos a governo de São Paulo e Senado para Bauru

Na quarta-feira (25), Bauru recebe os pré-candidatos do Partido Novo ao governo de São Paulo, Rogerio Chequer, e ao Senado, Christian Lohbauer. Será um evento aberto na Casa do Médico, das 19h às 21h, para apresentar as propostas da legenda, que também irá disputar a presidência da República com o empresário João Amoêdo. Chequer é fundador do Movimento Vem pra Rua, que comandou uma série de manifestações pelo país contra a corrupção. Christian Lohbauer é cientista político e foi secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo. Em Bauru, o médico Roberson Moron é o pré-candidato do partido a deputado estadual. 

O Partido Novo foi fundado em 2011 com apoio de um grupo de pessoas das mais variadas áreas profissionais que defende para o Brasil uma visão liberal. Teve o registro aprovado no Tribunal Superior Eleitoral em 2015. Com 18 mil filiados, 6 mil apenas em SP, o Novo, em sua primeira eleição, em 2016, conseguiu eleger vereadores nas quatro maiores capitais do país: um em SP, um em BH, um no RJ e um em Porto Alegre. A intenção é ampliar sua atuação em outras esferas. Por isso, desde dezembro de 2017, Rogerio Chequer e Christian Lohbauer estão percorrendo o interior de São Paulo. A dupla já visitou mais de 25 municípios até agora.

Partido Novo - Christian Lohbauer
Cientista político Christian Lohbauer, pré-candidato do Partido Novo ao Senado por São Paulo.

Partido Novo com gente nova

Nesta segunda-feira (23), por telefone, conversamos com Christian Lohbauer para conhecer um pouco mais das propostas do Partido Novo para o Senado. Neste ano, devem ser eleitos dois senadores por São Paulo. “Minha bandeira é: mais São Paulo em Brasília. Pode soar como protecionismo ou separatista, mas quero levar o espírito do empreendedorismo, da riqueza e da ciência para a capital federal”, afirmou. “Muitos senadores paulistas costumam ir para o governo ocupar cadeira de ministro. Eu vou ficar na minha cadeira de senador defendendo os interesses do nosso Estado. Quero trazer benefícios para São Paulo”, reforçou.

Ciente que o cenário não está favorável para os políticos, Lohbauer garante que o Partido Novo se destaca porque está desconectado do poder público. “Não vamos fazer campanha usando o Fundo Partidário, vamos usar recursos próprios. Nosso compromisso ao assumir o cargo é reduzir os privilégios. Minha primeira medida como senador será reduzir de 72 para 12 assessores. Vamos cortar na carne, queremos dar exemplo, fazer diferente. Isso já aconteceu com os nossos vereadores”, disse. “Somos um partido não contaminado pelas políticas que vemos por aí, com gente nova. Não somos de direita nem de esquerda, somos o partido do futuro”, complementou.

O pré-candidato ao senado reconhece a necessidade da reforma da previdência para sanar as contas públicas do país. Também elencou como prioridade que o Senado retome suas funções como previsto na Constituição, assumindo de vez sua função de mantenedor da unicidade da federação e de fiscal da população sobre indicações ao STF e às agências reguladoras, por exemplo, Anvisa, Anac e Anatel.

Serviço

» Apresentação do Partido Novo com Rogerio Chequer e Christian Lohbauer

» Data: 25/04/2018 – 19h às 21h

» Rua Amadeu Sangiovani, 4-47 – Casa do Médico – Vila Mariana