Campanha Boca de Lobo não é Lixeira

A Prefeitura de Bauru iniciou a Campanha Boca de Lobo não é Lixeira, com o objetivo de conscientizar a população a não jogar lixo, entulho e outros materiais nas bocas de lobo.

campanha - boca de lobo - lixo - prefeitura - bauru
Boca de lobo na Pousada da Esperança com entulho.

A Secretaria de Obras recebe, em média, 10 reclamações diariamente de bocas de lobo entupidas e danificadas por esses materiais. Durante a realização da limpeza, as equipes já encontraram os mais variados objetos. Entre eles, pneus, roupas, calotas, restos de móveis, monitor de TV, garrafas, velotrol e até colchão.

campanha - boca de lobo - lixo - prefeitura - bauru

O entupimento das bocas de lobo causa transtornos não só ao morador da rua, mas para toda população do bairro. Uma vez que, além do acúmulo de água (que causa mau cheiro e proliferação de doenças), o entupimento não permite que a boca de lobo cumpra sua função de retirar as águas pluviais das ruas. Com isso, há danos no asfalto, calçadas e áreas verdes.

campanha - boca de lobo - lixo - prefeitura - bauru
Colchão encontrado no bueiro: pode isso produção?

Boca de lobo não é lixeira!

Nesta sexta-feira, 20/07, a Secretaria de Obras constatou que algum morador da Pousada da Esperança retirou a tampa de duas bocas de lobo e jogou restos de material de construção civil. Com isso, houve o entupimento total de duas das três bocas de lobo. No entanto, o Ecoponto do bairro fica a menos de um quilômetro do quarteirão 4 da rua Vasco Pompemaier, local onde ficam as bocas de lobo.

campanha - boca de lobo - lixo - prefeitura - bauru
Sim, isso é uma mala e estava dentro do bueiro.

As equipes da prefeitura continuam trabalhando, fazendo a limpeza necessária. “Uma cidade mais limpa e sustentável precisa fundamentalmente da colaboração e conscientização de todos”, enfatiza o prefeito Clodoaldo Gazzetta.

campanha - boca de lobo - lixo - prefeitura - bauru
E um velotrol também foi encontrado onde não devia.

No entanto, a população também precisa fazer a sua parte. Ou seja, jogar o lixo no lixo. Em casos de objetos maiores, o descarte deve ser feito em locais indicados. Para saber onde, procure o Ecoponto do seu bairro e se informe.