Senac Bauru cria brigada da dengue para prevenir epidemia

Grupo formado por funcionários do Senac Bauru iniciou diversas ações para localizar e controlar possíveis pontos de acúmulo de água na unidade. A proposta é prevenir a proliferação e eliminar o mosquito aedes aegypti. Chamada de Brigada da Dengue, essa ação consiste em vistorias periódicas. É para remover possíveis criadouros e combater a endemia.

A iniciativa da unidade faz parte de um trabalho de formação de brigadas que a Prefeitura de Bauru tem realizado em conjunto com a Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) e a Secretaria de Saúde. O Senac Bauru foi uma das primeiras instituições a realizar o controle de focos da dengue neste ano.

Marina Sanae Tanaka, docente e responsável pela Brigada da Dengue do Senac Bauru, explica que, desde o começo do ano, as equipes fazem ações preventivas. “Após um treinamento, dividimos esse grupo em pequenas equipes. Elas são responsáveis por vistoriar os locais identificados com risco potencial para o criadouro do mosquito aedes aegypti”, afirma.

Senac Bauru - brigada da dengue - prevenção

Senac Bauru: bom exemplo

Na prática, as vistorias acontecem uma vez por semana. Uma equipe é responsável em registrar as informações em uma planilha. São anotados os locais identificados e verificados, como vasos de plantas, ralos e bandeja de geladeiras. “A formação da brigada foi fundamental para a orientação dos possíveis criadouros, a biologia reprodutiva do mosquito e sua prevenção. Esses conhecimentos certamente estão ajudando todos os envolvidos no combate ao mosquito dentro de suas casas. Eles também compartilham essas informações com vizinhos e familiares”, explica Marina.

Para Roldão Puci Neto, chefe de seção de ações de meio ambiente da Prefeitura de Bauru, a formação da brigada demonstra que é possível unir o poder público, as instituições e a comunidade em uma causa. “Essa parceria é muito importante e a dengue se combate todos os dias. Por essa questão, que ações como a do Senac Bauru incentivam e somam positivamente no combate da doença e outras arboviroses (doenças virais transmitidas por insetos)”, garante.